Um Novo Tempo Para o Projeto Alma Livre

Entender os propósitos de Deus não é tarefa fácil, confiar que seus planos são sempre melhores que os nossos é ainda mais desafiador. E foi assim, mediante a desafios na ampliação, que o projeto Alma livre começou a experimentar um novo tempo.

Convidada a renovar o contrato do imóvel onde estava instalada a Casa Alma Livre, a princípio, a missionária Mônica Peixoto temeu pela troca de endereço, pois deixaria a acessibilidade de um ponto estratégico do bairro. No entanto, confiando que Deus estava no controle de tudo, optou pela mudança. Ao conhecer o novo espaço, se surpreendeu ao perceber que além de mais ampla, a nova casa era também mais confortável e com um valor menor do aluguel.

Se a história terminasse por aqui já teríamos motivos mais que suficientes para glorificar ao Senhor, mas o recomeço de um novo tempo reservava ainda momentos muito especiais para a data de inauguração da nova sede do projeto Alma Livre.

O dia 30 de junho de 2018 ficará marcado pelos testemunhos impactantes de pessoas que estiveram à margem da sociedade, de mudança de vida, de palavra de esperança e de compromisso pela continuidade de um projeto que começou tímido e hoje conta com um ideal de ampliação para o todo o país.

Em uma tarde agradável, a missionária Mônica e suas cooperadoras receberam amigos, pastores e apoiadores do projeto no culto de inauguração do novo endereço. O Pr. Fernando Brandão, diretor executivo de Missões Nacionais, deixou uma palavra de esperança às mulheres que estão em processo de mudança de vida. E também marcaram presença os pastores Vanoir Torres Oliveira, representando a Convenção Batista Mineira, os pastores Otílio Moraes de Castro, Coordenador da Missão Batista Cristolândia em Minas, Evaldo Francisco da PIB Guanabara em Betim, o Diretor-Geral da Rede Batista de Ensino, Valseni Braga, entre outros pastores e irmãos.

O grupo de funcionários contratados pela Junta de Missões Nacionais, agora conta com a colaboração da psicóloga Sueli Araújo, além de outros apoiadores e voluntários. Aproveitando o momento, o Pr. Fernando Brandão falou sobre os desafios que permeiam a realidade espiritual na qual eles estão inseridos, e os advertiu para que confiassem no Senhor e que se submetessem à liderança de Deus e orientação do Espírito Santo. Em seguida, o Pr. Hélio Spie orou pelos funcionários do projeto Alma Livre, suplicando a Deus compaixão, graça e poder, conforme a exortação do Executivo da JMN.

Na oportunidade, o Pr. Brandão aproveitou para enviar uma mensagem aos batistas brasileiros sobre a decisão de implantar o projeto em outros lugares do país. “O projeto é lindo, abençoa pessoas e traduz compaixão e graça na prática. Pessoas que, geralmente, estão excluídas da sociedade. Mulheres que vêm do sistema prisional dificilmente têm oportunidades para recomeçar a vida. Então, a relevância do trabalho aqui é singular e revela o amor cristão, o amor de Deus. Vindo para esta casa, teremos condições de ampliar o trabalho e acolher mais famílias. Queremos também que este projeto cresça e seja implementado em outros lugares do Brasil, tendo o projeto Alma Livre como modelo”, disse.


Extraído da Internet: https://www.missoesnacionais.org.br/single-post/2018/07/05/Um-novo-tempo-para-o-projeto-Alma-Livre

Author: adm0152

Compartilhe!