Uma Vida de Exemplo Num Mundo em Crise

Por Pr Lusitano Couto

“Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva  de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz”. (I Pedro 2:9)

Graça e paz, amados irmãos!

Nesse inicio de caminhada de um novo ano, muitas coisas novas surgem em nossa mente e, com ela, inovações, sonhos, vontades e muitas outras coisas nos acompanham nessa trajetória terrena tão difícil e cheia de obstáculos e desafios.

Pensando assim, o chamado cristão envolve o desprendimento que nos leva a desejar viver para Deus e revelar o Seu nome ao mundo.  A imitação da vida de Jesus por cada um de nós é, portanto, um ato de evangelismo intenso e poderoso. Cada vez que as pessoas virem Cristo em nós, verão a Palavra de Deus agindo.

Um país como o Brasil precisa de uma Igreja cristã que esteja disposta a servir a Deus, tornando-se modelo para os demais cidadãos. Infelizmente, nossos índices de criminalidade, corrupção, imoralidade, mortalidade infantil, gravidez na adolescência etc, revelam que o trabalho da Igreja Cristã ainda não tem sido tão efetivo, e precisamos pensar muito sobre isso: “O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta conhecimento. Porque tu, ó sacerdote, rejeitaste o conhecimento…” (Oséias 4:6a).

Estou convencido que já passou da hora de cada um de nós pensar como está nosso desenvolvimento e crescimento cristã, no lugar onde estamos inseridos. Domingo passado, à noite, eu falei sobre Amós, um profeta que, desde o inicio do seu livro até o final, não deixou de declarar as verdades ao povo e sobre a necessidade de mudança. Mesmo correndo o risco de ser apedrejado e morrer com toda sua família. Sua mensagem e testemunhos não ficaram presos.

Vivemos muitas crises em nosso país, mas a mais séria é a falta de bons modelos. Uma grande onda de desconstrução de valores está operando a destruição do bem: “Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade…”  (Isaías 5:20). Essa gritante falta de modelos gera a liberdade para que a destruição dos valores siga adiante sem freios.

Diante de tantos desafios, temos de fazer valer o nosso chamado e andar corajosamente ao encontro destas trevas, que nos cercam, e fazer brilhar fortemente a luz de Cristo por meio de nosso viver: “Fazei tudo sem murmurações nem contendas; para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo” (Filipenses 2:14-15).

A Igreja de Cristo tem esse dever e não pode se omitir.

Pensemos sobre como estamos servindo ao Senhor e como as pessoas têm nos visto, em meio a tantas coisas erradas que o mundo atual vive. Que Deus nos ajude a vencer tudo isso!

Author: adm0152

Compartilhe!