Preservar o Meio Ambiente Significa um Compromisso Com a Vida

“Do Senhor é a terra e tudo o que nela existe, o mundo e os que nele vivem”
(Salmos 24:1)

Em 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Mundial do Meio Ambiente, que passou a ser comemorado todo dia 05 de junho. Essa data, tem como objetivo principal chamar a atenção de todas as esferas da população para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais, que até então eram considerados, por muitos, inesgotáveis.

Nessa conferência, iniciou-se uma mudança no modo de ver e tratar as questões ambientais ao redor do mundo, além de serem estabelecidos princípios para orientar a política ambiental em todo o planeta. Apesar do grande avanço que a conferência representou, não podemos afirmar, no entanto, que todos os problemas foram resolvidos a partir daí.

Atualmente existe uma grande preocupação em torno do meio ambiente e dos impactos negativos da ação do homem sobre ele. A destruição constante de habitat e a poluição de grandes áreas, por exemplo, são alguns dos pontos que exercem maior influência na sobrevivência de diversas espécies.

Tendo em vista o acentuado crescimento dos problemas ambientais, muitos pontos merecem ser revistos tanto pelos governantes quanto pela população, para que os impactos sejam diminuídos. Se nada for feito, o consumo exagerado dos recursos e a perda constante de biodiversidade poderão alterar consideravelmente o modo como vivemos atualmente, comprometendo, inclusive, nossa sobrevivência.

Em razão da importância da conscientização e da dimensão do impacto gerado pelo homem, o Dia Mundial do Meio Ambiente é uma data que merece bastante destaque no calendário mundial. Entretanto, não basta apenas plantar uma árvore ou separar o lixo nesse dia, é necessário que sejam feitas campanhas de grande impacto que mostrem a necessidade de mudanças imediatas nos nossos hábitos de vida diários.

Para nós cristãos, podemos agradecer todos os dias, com ações de graças ao nosso Deus, por nossos olhos contemplarem, tantas belezas e maravilhas do Criador. A natureza foi criada por Deus para ser um ambiente bom para nós vivermos. Podemos ver a ação e o poder de Deus quando a observamos.

Na Bíblia a natureza é usada muitas vezes como exemplo para nos ensinar mais sobre Deus. A Bíblia está cheia de descrições bonitas da natureza, que exaltam o Senhor. Então disse Deus: “Cubra-se a terra de vegetação: plantas que deem sementes e árvores cujos frutos produzam sementes de acordo com as suas espécies”. E assim foi, a terra fez brotar a vegetação, plantas que dão sementes de acordo com as suas espécies, e árvores cujos frutos produzem sementes de acordo com as suas espécies. E Deus viu que ficou bom (Gênesis 1:11-12).

Em uma ocasião ouvi um pastor dizer que o livro de Gênesis, é o código ambiental dos cristãos. Acrescento em sua fala que, particularmente, considero o livro de Gênesis um manual de instrução para nós, nele podemos comtemplar o início de tudo, a perfeição de Deus ao criar todas as coisas para nós usufruirmos. Penso que o nosso papel e dever nesta terra como filhos de Deus é fazer o que Ele nos deixou escrito em Gênesis: cuidar do meio ambiente (como um todo), pois ele é um bem comum onde todos nós precisamos para viver em harmonia.

Neste sentido o projeto de Missões Socioambientais, tem a finalidade de cumprir com esta missão de fortalecer o trabalho de cuidado com o meio ambiente, como uma resposta ao que a palavra de Deus orienta. Diante deste contexto, o ministério vem fazendo pequenas ações que visam contribuir com a igreja, como por exemplo, resgatar objetos que iriam para o lixo comum, e consequentemente poluiriam ainda mais a nossa cidade.

Principais eixos de trabalho:

-Ecocidadania e Fé Cristã: Sustentabilidade da Vida e da Terra;
-Assistência Social e Fé Cristã;
-Desenvolvimento Humano.

Campanhas Permanentes (algumas em andamento):

-Cuidando do seu lixo (coleta seletiva, reciclagem e reaproveitamento);
-Menos copos plásticos, adote caneca ou garrafa;
-Água, menos desperdício;
-Energia, uso racional;
-Reciclagem do óleo de cozinha;
-Eco ponto (lixo destinação correta).

O que ganhamos com isso? Quais são os benefícios para a igreja? Cuidado com a criação, diminuição na quantidade de lixo, que iriam para aterros sanitários, cooperação entre as pessoas, mudança de comportamento através de reflexões críticas, responsabilização coletiva e muito mais.

“A criação declara a glória de Deus”

Daiana Figueredo Brito
Missões Socioambientais (PIBR)

Referências:
http://brasilescola.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-mundial-do-meio-ambiente-ecologia.htm (texto adaptado)
Apresentação de eixos principais do Projeto Missões Socioambientais (2016)

Author: adm0152

Compartilhe!