Meninos que sejam homens de verdade!

Criar filhos do sexo masculino hoje é um desafio muito grande. Se você quer realmente que seu filho seja um homem de verdade, alguns cuidados deve ter em sua educação.

 

1. Converse com seu filho e proteja-o na medida do possível do abuso sexual

Está comprovado que um abuso sexual pode acarretar consequências sérias na identidade sexual de uma criança. A psicóloga Arlete Gavranic orienta: “Explique à criança que o corpo dela precisa ser cuidado por ela e que ela deve ser cuidadosa e desconfiar se alguém tentar tocá-la, inclusive nas partes íntimas, ou ainda pedir-lhe para fazer coisas no seu corpo ou no de outra pessoa, que não seja brincar junto com todo mundo.

É preciso orientar a criança a se afastar dessa pessoa e procurar a mãe, a irmã mais velha, uma avó ou a professora e contar o que aconteceu.

Orientá-la a não ter vergonha de fazer isso e, se preciso for, até gritar ou correr em situações em que se sinta ameaçada.

Os adultos precisam ser respeitados, mas isso não significa que as crianças tenham de obedecer e fazer tudo que eles mandam. Principalmente se isso envolver tocar, manipular, beijar ou machucar o corpo e se a criança não se sentir bem”.

 

2. Ressalte a masculinidade de seu filho

Diga a ele que Deus o fez homem. Diga que essa escolha foi de Deus e de mais ninguém. Conte a história de homens da Bíblia que foram fortes, que lutaram e saíram vitoriosos. Quando apresentar seu filho a alguém, diga com prazer: “Este é o meu filho, um homem de Deus para a nossa família”.

 

3. Faça que seu menino conviva com outros homens que também sejam homens de verdade

John Eldredge escreveu em seu livro:

Um menino se torna um homem somente por meio da intervenção ativa de seu pai e da companhia de outros homens.

Meninos precisam de uma convivência saudável com outros homens, que lhes ensinem o que significa ser um homem de verdade.

 

4. Mãe, deixe seu filho ser homem

É verdade que homem também chora, o que contradiz o ditado que afirma o contrário.

Expressar emoção e sentimento faz parte da natureza de todo ser humano. Não tem nada a ver com o conceito de que a verdadeira masculinidade mostra-se impassível e fria. Jesus, o Homem perfeito, chorou e expressou emoções. E seu filho deve ser educado nesse aspecto. Por que não? Contudo, precisa também ser confrontado com lições teóricas e práticas acerca da varonilidade, sendo preparado desde cedo para os embates da vida futura. Só assim, será forjado a uma masculinidade sadia.

 

5. Leia livros que tratam do assunto

Os melhores são “Educando meninos”, de autoria do Dr. James Dobson (Editora Mundo Cristão) e “A grande aventura masculina”, de John Eldredge (Editora Thomas Nelson). Existem outros, mas se todos os pais e mães de meninos lessem estes dois livros seriam tremendamente capacitados para esta tarefa.

 

6. Ensine-os a andarem como homem, falarem como homem!

Qual é o personagem “bonitinho” hoje nas novelas? É de alguém que é homem, mas fala como mulher, anda como mulher. Nem uma mulher desmunheca tanto! Ensine seu filho a falar, andar, se comportar como um homem de verdade.

 

7. Ore

Ore para que seu filho seja orientado por Deus e que não seja influenciado por pessoas, movimentos, escolas e governos que tentam ensinar coisas diferentes do que é ser homem.

 

Extraído de O Jornal Batista

 

Author: adm0152

Compartilhe!